sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Mudar é Crescer!





Desde que descobri a gravidez, a Coral começou a circular um novo comercial de TV, que tem muito a ver com o nosso momento, principalmente porque a expectativa por uma menininha é enorme... aí hoje eu dei uma olhadinha no you tube e lá está ele, o comercial que marcou essa fase... segue o link. Vale a pena dar uma olhadinha, é muito legal!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Encontro Boludo de Natal!


Ontem fui ao encontro das amigas do grupo Casadas e Enroladas, na casa da Catha. Foi muito divertido! Rimos muito de tudo e todos e todas, falamos muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito (frenéticas no teclado e ao vivo também, é lógico!). Conhecer as meninas pessoalmente é tudo de bom, porque você personaliza mais ainda as mensagens trocadas no grupo. Já conhecia a Elô (conheço também a Fabi SP, a Cris Boluda Mor, a Ju mineirinha e a Sô), e ontem conheci a Bia Imperatriz Sissi, a Fabi RJ gravidíssima e seus filhotes Jú e Tiago, a Mari e seus filhotes Juju e João Pedro, a Camila (que andou muito comigo até a Praça Saeñs Pena), a Gi e o Thi (que criança mais risonha, meu Deus!), a Catha (anfitriã super maneira), a Andréa (engraçadíssima com seu jeito desbocado de ser hahahahahaha cuidado com ela...) e a Lalá (uma mocinha linda), e de quebra ainda curti muito a Alice (pacotinho rosa mais fofo do mundo)!!!

Meninas, ADOREI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Vocês são demais!!!!!!!!!! Até o próximo...
Posted by Picasa

domingo, 16 de dezembro de 2007

Natal...



Tantas coisas acontecendo e meu cantinho tão abandonado... dezembro é um mês que não vejo passar, e ao mesmo tempo é o meu preferido! Adoro o Natal, principalmente por causa do musical, mas é exaustivo demais!!! Ainda bem que dia 20 começa o recesso, e dá pra respirar mais devagar... mas enquanto dia 25 não passa eu não desligo a tomada!! É ensaio disso, ensaio daquilo, tantos detalhes pra fechar, a certeza de que não vai dar tempo de fazer tudo... nossa!!!!!!! Enfim, é Natal!!!!!!!


quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Sumi...

Ando sumida mesmo, porque os enjôos, náuseas e vômitos me pegaram de jeito... não tenho muito ânimo nem pro PC... quando a situação melhorar eu prometo que atualizo... beijocas!


Lilypie Expecting a baby Ticker

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

10 semanas!



Já dá pra ver a bolinha em volta do umbigo, né? hahahaha
Fotos tiradas ontem, 20/11, na praia de Camboinhas.

20/11/2007 - 11 anos com meu amor!



Aconteceu quando a gente não esperava
Aconteceu sem um sino pra tocar
Aconteceu diferente das histórias
Que os romances e a memória
Têm costume de contar
Aconteceu sem que o chão tivesse estrelas
Aconteceu sem um raio de luar
O nosso amor foi chegando de mansinho
Se espalhou devagarinho
Foi ficando até ficar
Aconteceu sem que o mundo agradecesse
Sem que rosas florescessem
Sem um canto de louvor
Aconteceu sem que houvesse nenhum drama
Só o tempo fez a cama
Como em todo grande amor
Música "Aconteceu" - Adriana Calcanhoto

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Vamos acompanhar juntos?

Lilypie Expecting a baby Ticker

8 semanas!



Falando sobre o bebê:
O embrião chegará a 20mm esta semana e pode pesar quase 3g.
Haverá um rápido crescimento nas próximas semanas. As partes mais importantes já estão formadas, mas ainda não funcionam. Elas ainda crescerão e ficarão mais especializadas.
Formam-se os dentes e músculos faciais. Braços e pernas estão se alongando e os dedos estão visíveis. No caso dos menininhos, o pênis começa a aparecer e o esqueleto a se ossificar.
A mamãe pode sentir dor na parte inferior do seu abdome por causa do crescimento do útero ou de sua contração. O útero cresce, mas ainda não é perceptível por fora.
Enjôos e azias ainda podem aparecer.

(informações retiradas do site Guia do Bebê, que eu conheci na gestação do Gui)

Falando sobre a grávida Lili:

Os enjôos já apareceram há mais de uma semana... não tenho vomitado muito, mas a náusea me acompanha o dia inteiro... ainda assim, nada comparável ao que eu passei na outra gravidez. As roupas ainda me servem, mas já sinto o abdômen mais dilatado que o normal. De vez em quando sinto essas dores na parte baixa do abdômen também.

Falando sobre a Lili:

Acho que enquanto eu não fizer a ultra a ficha não vai cair totalmente. Por mais que eu saiba que há um bebê aqui dentro, fica difícil pensar nele como algo concreto quando na verdade ele ainda é um tanto "abstrato" pra mim... já fui ao médico, no dia 24/10, ele me passou os exames de rotina, foi super legal e tranquilo com a gente (Marquinho também estava lá, e embora não tivesse a intenção de participar da consulta o Dr. Júlio fez questão que ele participasse, e foi ótimo). Aliás, o Dr. Júlio Pagani foi indicação da Fernandinha, ele é médico dela e da Beth, e foi um achado!!! Então, fiz os exames, e hoje estive lá novamente pra que ele desse uma olhada nos resultados. Está tudo ótimo, graças a Deus, e saí de lá com o pedido da primeira ultra, porém só posso fazê-la a partir do dia 26/11, quando estarei com 11 semanas, assim já vai dar pra fazer a translucência nucal (medição que indica a síndrome de down). Minha próxima consulta será no dia 29/11, quando levarei a ultra pra ele. Até lá, o jeito é segurar a onda e aguardar mais um pouquinho pra ver e ouvir esse "minduinzinho" que está morando aqui dentro de mim...

ps.: desde que vi essa foto rolando na net no ano passado, achei super legal e guardei aqui no PC, sem pensar que a usaria aqui no blog hahahaha não é linda? Eu ainda não postei fotos da "barriguinha" (q modéstia a minha hahaha) porque por enquanto ainda é barriguinha de gordinha mesmo... embora esteja mais "durinha" e "redondinha" que de costume, ainda não é barriguinha de grávida; mas daqui a algumas semaninhas eu começo a postar fotinhas.

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Para minha amiga Maria Luiza

Conheci a Malu em fevereiro de 2006, quando fui trabalhar na VF Ita... ela é um doce de criatura, alguém muito especial... agora ela vai pro Rio, e a saudade dos nossos almoços no Madrilenha, as horas de almoço tiradas na praça e os papos no estacionamento já me deixam triste... mas a vida é assim, principalmente nesse mundo da justiça, ninguém fica muito tempo no mesmo lugar... então entreguei a ela essa mensagem, para marcar esse momento e demonstrar meu carinho:
Andando, o principezinho encontrou um jardim cheio de rosas. Contemplou-as... eram todas iguais à sua flor. E deitado na relva, ele chorou... E foi então que apareceu a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.
- Que quer dizer "cativar" ?
- É uma coisa muito esquecida. Significa criar laços... Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. Eu não tenho necessidade de ti e tu não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas se tu me cativas, teremos necessidade um do outro. Serás para mim, único no mundo. E eu serei para ti, única no mundo. Minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. O teu passo me chamará para fora da toca, como se fosse música. A gente só conhece bem as coisas que cativou.
- Que é preciso fazer? perguntou o principezinho.
- É preciso ser paciente. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal entendidos. Cada dia te sentarás mais perto... Se tu vens por exemplo, às quatro da tarde, desde às três, eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade!
Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:
- Ah! Eu vou chorar...a gente corre o risco de chorar um pouco, quando se deixou cativar. E acrescentou:
- Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua, é a única no mundo. É simples, o segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos. Foi o tempo que perdeste com tua rosa, que fez tua rosa tão importante. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.
Malu, esse tempo que convivemos juntas na "Casinha" foi muito legal, nossa amizade é muito bacana e vou levar você sempre comigo no meu coração! Você me cativou... te desejo muito sucesso nesse novo começo... e que você seja feliz sempre!

sábado, 27 de outubro de 2007

Desculpe o transtorno... estamos em obras! hehehe

Mudando a cara do bloguinho mais uma vez...

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Mais um pequeno GRANDE passo...





Estou muito orgulhosa do meu menino!! Ele já sabe escrever o nome dele! Caramba! É ou não é pra estar cheira de orgulho??? Com apenas 4 aninhos, já escrever uma palavra com 9 letrinhas? UAU!!! Parabéns, filhão!

domingo, 21 de outubro de 2007

O primeiro presentinho...


Olha que lindo que o bebê ganhou! Foi o primeiro presente! E sabe quem deu? Essa lindona que está na foto do post aí de baixo comigo. É a Cíntia, sobrinha querida! Mais uma vez, obrigada pelo carinho! Eu adorei o body, com certeza vai ser muito usado pela menina ou menino que está a caminho...

Posted by Picasa

sábado, 20 de outubro de 2007

Uma homenagem muito bacana : )







Minha sobrinha Cíntia, que também está se tornando uma blogueira de mão cheia, fez um post lindo pra nós no bloguinho dela... achei um chamego mais do que especial!! Minha querida, muito obrigada!!!




Pra quem quiser dar uma olhadinha, é só clicar aqui
ps.: tiramos essa foto ontem, na festinha de 3 aninhos do Samuel... são minhas primeiras fotos como a mais nova grávida do pedaço...




sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Maiores infomações...

Voltei agora com mais calma pra contar mais detalhes sobre a novidade:
* Estou grávida de 5 semanas. A previsão de nascimento é junho de 2008;
* Marquinho ficou chocado mais vai sobreviver, daqui a pouco começa a curtir e quando nascer vai ser o mesmo paizão que é para o Gui;
*O Gui AMOU a idéia, só que TODOS os dias reclama que o irmãozinho está demorando MUITO a chegar;
* Uma amiga (Preta) me disse pra pedir ajuda ao Gui na escolha do nome, aí fui na onda dela e o Gui sugeriu o lindo nome "José Jorge" para o futuro membro da família (hahahaha);
* Meus pais e irmãos, bem como minhas cunhadas, amigos e amigas, e eu, estamos torcendo muito por uma menina;
* O marido já deixou claro como a água que, seja menino ou menina, a fábrica vai fechar;
* Eu estou passando tão bem que se não fossem 3 exames de urina e 1 de sangue (acompanhados do famoso atraso) eu diria que não tô grávida coisa nenhuma. Graças ao meu Deus por isso!!!
* Em compensação, a tendência de virar uma "orca baleia assassina" ao final de 39 semanas é grande, então estou tentando ao máximo não ceder à minha "dieta da sopa" (aquela em que a gente pode comer tudo o que der sopa, conhece???);
* Vou postar aqui nos comentários todos os recadinhos que recebi no e-mail e no orkut, pra ficar registrado;
* E por fim: estamos muito felizes!!!!! Deu pra perceber, né : )

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Tô grávida : )

Grávida (Marina Lima)

Eu tô grávida
Grávida de um beija-flor
Grávida de terra
De um liquidificador
E vou parir
Um terremoto, uma bomba, uma cor
Uma locomotiva a vapor
Um corredor
Eu tô grávida
Esperando um avião
Cada vez mais grávida
Estou grávida de chão
E vou parir
Sobre a cidade
Quando a noite contrair
E quando o sol dilatar
Dar à luz
Eu tô grávida
De uma nota musical
De um automóvel
De uma árvore de Natal
E vou parir
Uma montanha, um cordão umbilical, um anticoncepcional
Um cartão postal
Eu tô grávida
Esperando um furacão, um fio de cabelo, uma bolha de sabão
E vou parir
Sobre a cidade
Quando a noite contrair
E quando o sol dilatar
Vou dar a luz

domingo, 14 de outubro de 2007

Feriado em Sampa!

Nossa, passamos um fim de semana PERFEITO em Sampa! Ana e Edson, amigos e padrinhos de casório, nos receberam de braços abertos, Renatinha e Gui se tornaram amigos íntimos, estivemos com a Sílvia, aquele doce de pessoa, fomos ao Hopi Hari (INDESCRITÍVEL), ou seja, estou moidinha mas feliz, feliz : )




Vou postando algumas fotos, outras vão direto pro álbum virtual, depois q me decidor onde postar (estou na dúvida entre o flickr e o picasa) eu coloco aqui o link!




Por hora vou deixar aqui essa foto linda do Gui na piscina de bolinhas, fiz um layout rapidinho aqui, ficou simples porém alegre como o momento!!



Quem é vivo sempre aparece...

Pois é, 10 dias depois, cá estou eu... aos poucos retomando o rumo da prosa...

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

1 ano sem minha fofinha : (

05/10/2007 - hoje faz um ano que vivi o dia mais triste da minha vida... o dia em que perdi minha vó fofinha... como pode ainda doer tanto? Porque aquela imagem dela naquele caixão não sai da minha cabeça? Me lembro dos detalhes, do momento em que entrei na igreja onde ela estava sendo velada, do modo como andei direto pra vê-la em meio ao culto de despedida, sentindo que todo estavam olhando pra mim, mas eu só tinha olhos pra ela... caminhei até aquela caixa de madeira onde minha fofinha estava, com uma aparência serena, tranquila... passei a mão nos seus cabelinhos pela última vez, fiz carinho em seu rosto pela última vez, beijei-a pela última vez... e chorei, chorei, chorei, mas isso não fiz pela última vez, porque já chorei de saudade muitas e muitas vezes depois desde então... minha fofinha tem lugar cativo no meu coração pra sempre. E sei que ainda vou derramar algumas lágrimas por ela ao longo da minha vida. Lágrimas de muita saudade, lágrimas com gosto de "nunca mais", com gosto de "queria mais", com gosto de "amor demais"... é, fofinha, você me ensinou muita coisa, e quando eu crescer quero ser igualzinha a você! Quero ser a vó que você foi pra mim. Ai que saudade...

O que mais você quer?

O que mais você quer?
*Martha Medeiros

Era uma festa familiar, destas que reúnem tios, primos, avós, e alguns agregados ocasionais que ninguém conhece direito, e que por isso mesmo são aqueles com quem a gente logo se entende. Jogada no sofá, uma prima não estava lá muito sociável, a cara era de enterro. Quieta, olhava para a parede como se ali fosse encontrar a resposta para a pergunta que certamente martelava sua cabeça: o que estou fazendo aqui? De soslaio, flagrei a mãe dela também observando a cena, inconsolável, ao mesmo tempo em que comentava com uma tia. “Olha pra essa menina. Sempre com esta cara. Nunca está feliz. Tem emprego, marido, filhos. O que ela pode querer mais?”

Nada é tão comum quanto resumirmos a vida de outra pessoa e achar que ela não pode querer mais. Fulana é linda, jovem e tem um corpaço, o que mais ela quer? Sicrana ganha rios de dinheiro, é valorizada no trabalho e vive viajando, o que é que lhe falta?

É quase num pecado confessar: sim, quero mais. Quero não ter nenhuma condescendência com o tédio, não ser forçada a aceitá-lo na minha rotina como um inquilino inevitável. A cada manhã, exijo ao menos a expectativa de uma surpresa, quer nela aconteça ou não. Expectativa, por si só, já é um entusiasmo.
Quero que o fato de ter uma vida prática e sensata não me roube o direito ao devaneio. Que eu nunca aceite a idéia de que a maturidade exige um certo conformismo. Que eu não tenha medo nem vergonha de ainda desejar.

Quero uma primeira vez outra vez. Um primeiro beijo em alguém que ainda não conheço, uma primeira caminhada por uma nova cidade, uma primeira estréia em algo que nunca fiz, quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego, quero ter sensações inéditas até o fim dos meus dias.

Quero ventilação, não morrer um pouquinho a cada dia sufocada em obrigações e em exigências de ser a melhor mãe do mundo, a melhor esposa do mundo, a melhor qualquer coisa. Gostaria de me reconciliar com meus defeitos e fraquezas, arejar minha biografia, deixar que vazem algumas idéias minhas que não são muito abençoáveis.
Queria não me sentir tão responsável sobre o que acontece ao meu redor. Compreender e aceitar que não tenho controle nenhum sobre as emoções dos outros, sobre suas escolhas, sobre as coisas que dão errado e também sobre as que dão certo. Me permitir ser um pouco insignificante.

E na minha insignificância, poder acordar um dia mais tarde sem dar explicação, conversar com estranhos, me divertir fazendo coisas que nunca imaginei, deixar de ser tão misteriosa para mim mesma, me conectar com minhas outras possibilidades de existir. O que eu quero mais? Me escutar e obedecer o meu lado mais transgressor, menos comportadinho, menos refém de reuniões familiares, maridos e filhos e bolos de aniversário e despertadores de segunda-feira de manhã.

E quero mais tempo livre. E mais abraços. E receber mais flores.

Pois é, ninguém está satisfeito. Ainda bem.
*artigo publicado na “Revista” de O GLOBO, domingo 28.05.06

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Prá Deus não há impossíveis!!!!!

Prá Deus não há impossíveis
(Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul)
Se vento contrário ou mesmo temporal
Te surpreender em pleno o mar,
Maneja bem tua vela sem desanimar,
Crendo que Deus de tudo pode te livrar
Prá Deus não há impossíveis, eu creio sim!
Prá Deus não há impossíveis, eu creio sim!
E o Seu poder traz segurança até o fim
Remove montes
E abre até o mar,
Se for preciso pra te encorajar
Deus é fiel, de certo cumprirá
Toda a promessa que nos fez.
Nem mesmo a morte poderá nos derrotar,
Pois quem crê nEle,
Mesmo morto viverá!
Prá Deus não há impossíveis, eu creio sim!
Prá Deus não há impossíveis, eu creio sim!
E o Seu poder traz segurança até o fim
Remove montes
E abre até o mar,
Se for preciso pra te encorajar...

domingo, 16 de setembro de 2007

Olha só o que eu achei...



Em 2004 montei esse "pseudo-micro-site" , pra tentar registrar alguns momentos do Gui... agora me lembrei de ver se ele ainda existia, e não é que o bichinho está lá firme e forte? Pra quem quiser dar uma olhada, é só acessar http://br.geocities.com/lilianeamorim Já vou avisando que é beem precário, mas tem umas fotinhas muito legais de alguns momentos mega preciosos...

sábado, 15 de setembro de 2007

Meu Arteirinho!!!!







Tirei essas fotos hoje, o Gui já gosta de uma bagunça, a carinha não nega né???? hahahaha Tá lindo o meu garotinho!!!!

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Olha que música mais linda...

Espatódea - Nando Reis
Minha cor
Minha flor
Minha cara
Quarta estrela
Letras, três
Uma estrada
Não sei se o mundo é bão
Mas ele ficou melhor
Quando você chegou e perguntou:
Tem lugar pra mim?
Espatódea
Gineceu
Cor de pólen
Sol do dia
Nuvem branca
Sem sardas
Não sei quanto o mundo é bão
Mas ele está melhor
Desde que você chegou
E explicou
O mundo pra mim
Não sei se esse mundo está são
Mas pro mundo que eu vim já não era
Meu mundo não teria razão
Se não fosse a Zoé

Nando Reis compôs "Espatódea" para alegrar o coração da sua filha Zoé, de 6 aninhos. Pra quem não entendeu o nome da música, "espatódea" é uma árvore que dá flores vermelhas/amarelas. É que Zoé é a única filha ruiva de Nando (ele tem 4 filhos). A música é linda demais, dessas que a gente não cansa de ouvir. Nando Reis é fera!!!!

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Desafiando Gigantes

Acabei de assistir a esse filme, me impressionou muito a maneira transparente, simples e linda como conseguiram demonstrar as diversas "estratégias" que Deus pode usar para mostrar o Seu cuidado para com aqueles que O amam e O buscam. Com certeza, vai entrar pra minha lista de filmes inesquecíveis. Não é uma produção de primeira, mas quem precisa de produção de primeira quando o assunto por si só já é de primeira? Lindo filme. Com certeza vou assistir novamente, e vou indicar pra todo mundo por aí. É o tipo de filme que vale a pena ter em casa... Valeu Fernandinha pela indicação!!!

domingo, 9 de setembro de 2007

Irmãos...



Ontem passei uma parte da tarde com eles, na casa de mamãe... tem sido cada vez mais difícil curtir esses momentos juntos, já que aos poucos cada um vai seguindo seu caminho pela vida afora... ontem estava uma tarde linda, ensolarada, porém não abafada, e ficamos jogando conversa fora perto da piscina, rindo, falando bem e mal dos outros (e um do outro também), e por 3 segundos eu pensei "esse momento bem que merecia uma foto"... nós 3 ali, com personalidades, escolhas e sonhos tão diferentes, mas com um amor tão igual. Momento lindo de ver, lindo de sentir, lindo de viver. Amo muito vocês, Alessandra Xanda e Alexandre Xande. Não tiramos nenhuma foto, mas registri o momento no meu coração e aqui, no meu cantinho, pra nunca mais esquecer!
ps.: na foto Xanda comigo na piscina e Xande de fraldinha... acho que era final de 1983...

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

A Alice já está quase chegando...



Elô, que a Alice venha com muita saúde e seja uma menina muito alegre, pra iluminar seus dias com muitos sorrisinhos...

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

orkut glitter graphics

Anita...

A minha sobrinha-prima (existe isso??? hahaha) Anita é uma menininha linda, esperta e muito simpática!!! E a mamãe Ana Carla está de parabéns!!! Nada de frescurinhas desnecessárias... nos deixou super à vontade com a bonequinha dela... eu curti muito!!!!!!!!!! Já estou com saudades, Aninha, você foi ótima!!! Passou o sábado inteirinho com a gente, e o Bruninho também foi 10!!! Tomara que a gente consiga se encontrar de novo muito em breve!!!!

Um pé lá, outro cá....



Esse fim de semana foi pauleira... na sexta-feiras às 23.00 fui pra Vitória com mamãe e Gui, porque no sábado foi o casamento da Laninha (Helayne), minha prima querida!!!! Eu tinha desistido de ir, porque de carro seria muito cansativo, mas mamãe me deu uma animada, compramos nossas passagens e lá fomos nós!!!!!!!!!!




E foi ótimo ter ido!!! Não iria me conformar de não ter participado desse momento... foi uma cerimônia simples, mas muito linda, e valeu muito a pena o sacrifício...




De quebra, ainda curti minhas tias que eu amo tanto, e curti muito a Anita, uma bonequinha muito gostosa!!!!!!!!!!!!!!




No domingo às 10 da manhã lá estávamos nós outra vez na "ruadaviária" (de acordo com Guilherme), e hoje estou mais quebradinha que arroz de terceira..... eita correria... vida, louca vida!!!!!! hahahahaha




sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Uma música pra inaugurar a sexta-feira...


Manhã (João Alexandre)



Por saber quem Tu és, Teu poder, Tua glória
Eu me inclino a Teus pés, Senhor.
Por saberes quem sou, meu sofrer, minha história,
Prova o meu coração, Senhor.

Inda nem se fez manhã, eis-me aqui a Te buscar
Sem Ti a vida é vã, sem razão passará.


Madrugada, foge o sono...
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor...



Doce mistério o Teu amor por mim
Nasce o sol, nasce a luz, nasce em mim
Nem se fez manhã, eis-me aqui a Te buscar
Sem Ti a vida é vã, sem razão passará.

Madrugada, foge o sono...
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor...
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor...



Perdi o sono às 3.40 da manhã... o marido saiu às 5.00 pra pegar a estrada à trabalho... São 6.15 (horário de Brasília hahahaha) e eu tô aqui ligadona... não poderia ter me lembrado de música melhor pra começar meu dia... Te amo, meu Senhor! É mais do que bom saber que estás sempre aqui : )

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Um novo tempo...

Sabe quando começa a chover e da terra sobe aquele cheirinho delicioso, que avisa que o tempo vai mudar??? Pois é, venho sentindo esse cheirinho em relação a algumas coisas... cheiro de mudança, mudança pra melhor... para quem sabe ler, um . é letra... assim como para os bons entendedores, meia palavra basta... é isso aí... VENTOS DE MUDANÇA... Ora que melhora...

Um filho...



Um filho:




* Desafia nosso egoísmo;


* Invade nossos sonhos;


* Muda nossa rotina;


* Mexe no nosso orçamento;


* Diminui nossas horas de sono;


* Aumenta nosso cansaço;


* Encanta nossos olhos;


* Motiva nossas conquistas;


* Transforma nosso coração;


* Inverte nossas prioridades;




E ainda assim não é nosso.




Ouvi essas considerações no chá de bebê da Kika, feitas pela Débora, mas essa listinha poderia ter sido escrita por qualquer mamãe desse mundo... porque é isso mesmo que ela escreveu, sem tirar nem pôr... um filho faz tudo isso na vida da gente, e ainda assim ele não nos pertence, já que na verdade ele é um bem muito precioso que Deus nos empresta pra cuidarmos e ensinarmos... muitas vezes erramos feio porque achamos que temos todos os direitos sobre nossos filhos... por isso não dá pra deixar nunca de pedir a Deus que sempre encha nosso coração de sabedoria, amor e paciência para aprendermos a lidar com nossos tesouros, e nunca, jamais, em hipótese alguma, desistirmos deles.
Que eu nunca desista do meu filho, assim como minha mãe nunca desistiu de mim, e como a minha vó fofinha nunca desistiu de nós.

E vem aí a Mariah!!!!!!!!!!!


Faz tempo que estou pra comentar isso aqui, mas estava sempre deixando pra depois porque queria postar uma foto da barriguda.... então, agora que já tenho a foto, já posso postar...




A Kika e o Bud estão gravidíssimos e vem uma peruinha por aí.... peruinha mesmo, porque sendo filha da Kika Daudt Óliver não dá pra ser diferente, né???




O nome dela será Mariah, e ela vai chegar em outubro... tirei uma foto bem linda com a Érika no chá de bebê, aliás, foi um chá de bebê do jeitinho que eu queria ter feito o meu, sem aquelas bobeiradas de pintar barriga, apenas uma reunião muito gostosinha com pessoas queridas... foi muito bom estar lá! E a palavra da Débora foi maravilhosa, vai até ganhar um post especial...




Mariah, que Papai do Céu te traga a este mundo com muita saúde, e que você seja uma menina alegre e sorridente, simpática como seu papai Bud e não tão perua como sua mamãe Kika, tá bom : )






terça-feira, 14 de agosto de 2007

4 aninhos do meu filhote!


14/08/2007 - hoje o Gui está completando 4 anos... parece que foi ontem que aquela bolinha branca de boquinha super vermelha saiu de dentro de mim e passou a fazer parte da minha vida, do meu dia a dia... ser mãe não é fácil não, é uma tarefa difícil que exige muito (ou tudo) da gente. É muita responsabilidade, muito medo de errar, muita vontade de acertar, é ser chata e bruxa má, é dizer "não" mesmo com o coração doendo... realmente, não tem nada de fácil nessa missão... mas é claro que tem a parte boa, e na verdade as coisas ruins não ficam muito registradas no coração da mãe não. Acho que Deus nos programou pra sermos desmemoriadas no quesito "mágoas que meu filho me causou" hehehe e isso é bom, porque assim a gente consegue aproveitar melhor o lado bom. O Guilherme é um filho muito carinhoso, e nada paga aquele sorrisinho meio de coelhinho com os olhinhos meio fechadinhos e o narizinho franzido... Ele continua se parecendo muito com o pai fisicamente, mas em termos de personalidade... sei não, sou obrigada a admitir que o moleque é teimoso como a mamãe...hehehe E detalhe: é SUPERLATIVO just like me : ) Agora ele deu pra se expressar assim "isso é o mais feio (ou mais bonito) que eu já vi em "toda" a minha vida" hahahaha é ou não é algo que Liliane Amorim fala com frequência? Minha alma é superlativa! E o Gui é um superlativozinho! hahahaha


Filho, Feliz Aniversário! Que Papai do Céu continue cuidando de você a cada minutinho da sua vida. Que eu e o papai tenhamos paciência e sabedoria pra ensinar a você os melhores caminhos, e principalmente te ensinar a amar e a temer a Deus, que é o nosso maior e melhor amigo. Amamos você muito, muito, muito! Beijinhos da mamãe e do papai.
ps.: já coloquei as fotos da festinha dele no álbum, o link é www.flickr.com/photos/lilianeamorim

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Calma...

"Calma, não se desespere a sua alma, você chegou até aqui... calma, não te deixarei desistir..."

segunda-feira, 30 de julho de 2007

Dia lindo, momento alegre : )

Os créditos estão nos comentários : )

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Japonês em braile...

Porque é que a gente está sempre sem tempo??? Porque é que a gente passa a maior parte do nosso dia preso a um trabalho que no fundo, no fundo geralmente não é o que a gente mais gosta de fazer na vida? Porque é que o fim de semana só tem 2 dias, contra 5 dias de trabalho duro? Que vida é essa, que mal vemos passar? Como faço pra dividir as 4 últimas horas do meu dia de semana em proporções justas entre meu filho, meu marido, meus amigos, minha casa e EU????? Alguém consegue fazer uma divisão devidamente proporcional nesse caso???? Agradando a gregos e troianos? Pois eu duvido. Taí. Como já disse Djavan, é infinitamente "mais fácil aprender japonês em braile"...

Tô sumida mas tô viva, hein?! : )

Os créditos estão nos comentários : )

quinta-feira, 12 de julho de 2007

Melhor agora, né?


Você é um Mala??????

Hoje está um dia cinza, chuvoso e frio, só mesmo uma bobeirinha dessas pra alegrar a manhã:

Se você se encaixa em alguns desses itens, você é MALA :

1. Almoço em grupo. Mesa retangular. Um de seus colegas, o Fulano, se senta numa das pontas da mesa. A primeira coisa que você diz é: "O Fulano vai pagar a conta!". Você é um MALA .

2. Início da madrugada. 1h16 a.m. Alguém lhe diz: "cara, amanhã vou acordar às 7h". Você se apressa em dizer:" Amanhã não. Hoje!".Você é um MALA .

3. Quando você convida alguém para almoçar e esse alguém lhe esclarece que já almoçou. E você solta a frase: "Então você já está comido?". Você é um MALA.

4. Ou pior, o seu amigo chega atrasado no serviço e diz sorrindo: "Bom dia!!!" e você responde: "Boa tarde !!!".Você é um MALA .

5. Quando as pessoas estão cantando parabéns, você tenta embolar a cantoria, gritando os versos do início da música, enquanto todos já estão no meio da canção. Além de manezão! Você é um MALA .

6. Você fica rindo quando um homem diz que tem 24 anos, aludindo ao número do veado no jogo do bicho.Você é um MALA .

7. Você faz alguma piada quando alguém diz que é do signo de virgem. Vai ser MALA assim na casa do...

8. Você diz para um amigo: "Se esconde !!!" quando passa o carro da polícia.Você é um MALA .

9. Quando uma mulher diz que está "de saco cheio", você diz que isso não é possível porque ela não tem saco. Precisa dizer de novo ? Seu MALA!

10. Se a anfitriã anuncia: "Temos pavê de sobremesa" e você pergunta: "é pra vê ou pra comer?Além de xarope, como você é MALA !!!

hahahahahaha e aí, a carapuça serviu?????????

terça-feira, 10 de julho de 2007

Jardim de Infância

Recebi esse texto agora de manhã da minha amiga Elaine, achei simples e lindo. Nem sei se realmente é do Pedro Bial, mas está "assinado" por ele no e-mail.

Jardim de Infância

Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer ecomo ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação,mas no montinho de areia da escola de todo dia. Estas são as coisas que aprendi lá:
1. Compartilhe tudo.
2. Jogue dentro das regras.
3. Não bata nos outros.
4. Coloque as coisas de volta onde pegou.
5. Arrume sua bagunça.
6. Não pegue as coisas dos outros.
7. Peça desculpas quando machucar alguém.
8. Lave as mãos antes de comer e agradeça a Deus antes de deitar.
9. Dê descarga. (esse é importante)
10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você.
11. Respeite o outro.
12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense umpouco...desenhe... pinte... cante... dance... brinque... trabalhe um poucotodos os dias.
13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)
14. Quando sair, cuidado com os carros.
15. Dê a mão e fique junto.
16. Repare nas maravilhas da vida.
17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo asementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também .

Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos esofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seugoverno, ao seu mundo e ai verá como ele é verdadeiro claro e firme. Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo,tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde epudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica devolver ascoisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair. Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos .

segunda-feira, 9 de julho de 2007

Momentos Marcantes!

Uma amiga do grupo "casadas e enroladas" sugeriu esse bate papo lá no grupo, e foi muito legal porque através desses momentos a gente conhece mais intimamente as pessoas... eu listei os meus, vou resgistrar aqui pra não ficarem esquecidos...

1 - 17/12/2002 - o dia em que eu descobri que estava grávida. Foi como uma bomba sobre minha cabeça. Fui pega de surpresa, e ter um filho naquele momento não estava nos meus planos. Nunca vou esquecer aquelas duas listras rosas no teste da farmácia. Chorei muito nesse dia.

2 - 14/08/2003 - o dia em que meu filho nasceu. A sensação de vácuo na barriga, mesmo com anestesia, e a textura da pele daquela bochechinha branquinha nos meus lábios quando dei nele o primeiro beijo. Foi amor à primeira vista. Só a partir desse dia eu me senti mãe.

3 - 16/12/2005 - o dia em que saiu minha nomeação da justiça federal no diário oficial. Dei um grito no gabinete "Saiu a minha nomeação!!!!!", e um amigo que trabalhava na sala ao lado invadiu o gabinete pra me dar um abração!!! Esperei 1 ano inteirinho por esse dia!!!

4 - O dia em que meu ex chefe (que era o Secretário de Estado de Energia do RJ) mencionou meu nome num discurso de inauguração de um navio, o último navio que ele inauguraria como Secretário (hoje ele é presidente da CEDAE). Eu fui ao evento sem ele saber e ele me viu no meio de todo mundo, e falou "estou vendo daqui a minha ex secretária, Dona Liliane, que contribuiu muito pra tudo o que aconteceu na Secretaria desde 1999. Essa menina é um trator!". Fiquei muito emocionada, afinal dediquei 7 anos da minha vida àquele gabinete. Foi no ano passado, mas tô na dúvida quanto ao dia exato.

5 - 06/10/2006 - O dia em que vi minha vó fofinha naquele caixão. Ela morreu no dia 05 à noite, lá no Espírito Santo, e quando conseguimos chegar lá o culto do sepultamento já havia começado, mas quando eu entrei naquela igreja (ela foi velada na igreja) eu não via nada além daquele caixão, fui andando pelo meio da igreja até tocar no rostinho dela frio e sem vida. Eu fui a última a chegar. Foi o dia mais triste da minha vida.

6 - 18/03/2001 - meu primeiro dia de casada. Foi uma delícia acordar ao lado do marido, no nosso apartamento (passamos nossa primeira noite lá, viajamos à tarde), afinal até então nunca havíamos dormido e acordado juntos "só nós dois" (as vezes que viajamos era sempre com amigos e família). Me lembro direitinho daquela sensação de novidade, muito legal!!!

Por enquanto são esses.... conforme for lembrando de outros eu vou colocando aqui...

domingo, 1 de julho de 2007

Minhas 7 esquisitices!

Há alguns posts atrás, no post "Fui Taggeada" eu falei sobre a brincadeira de escrever sobre 7 coisas que ninguém (ou quase ninguém) sabe sobre mim... então hoje vou finalmente postar minhas esquisitices (sim, porque se quase ninguém sabe, não deve ser nada muito normal, né? hahahaha). Bia (casadas e enroladas), pra você que estava me perguntando sobre elas, aí estão:
1 - Eu faço bolinhas com o miolo do pão francês. Como eu sempre tiro o miolo do pão, enquanto eu tomo café eu vou fazendo milhares de bolinhas com ele, e quando acabo o café é um saco ter que catar todas aquelas bolinhas... o marido fica irritadíssimo, mas eu faço sem sentir... hahaha
2 - Eu não suporto água ou comida morna ou em temperatura ambiente. Água tem que ser gelada, e a comida tem que ser quente ou gelada. Por exemplo: feijão tem que ser quente, maionese tem que ser gelada. Comida morna me dá enjôo.
3 - Eu amo manga verde com sal, e goiaba "de vez" com sal!!! Minha mãe conta que comia muita manga verde com sal quando estava grávida de mim, então deve ser por isso....
4 - Eu odeio comer sozinha. Refeições pra mim são sinônimo de conversa e troca de idéias com a família ou amigos. Comer sozinha olhando pra TV é horrível demais!!!
5 - Não tomo banho descalça de jeito nenhum!!! Chuveiro e chinelo no pé estão diretamente relacionados na minha cabeça!!! hahahaha essa é esquisita mesmo, né?
6 - Se eu estiver sentindo frio tenho que colocar meia nos pés. Posso me agasalhar e me cobrir de todo jeito, se estiver sem meias não vai adiantar nadinha.
7 - Só durmo durante o dia se estiver excessivamente cansada. E assim mesmo, não suporto dormir mais do que uma hora. Se por acaso eu dormir uma hora e meia numa tarde de domingo, com certeza vou acordar mau humorada e com uma sensação terrível de tempo perdido...
Bom, aí estão minhas esquisitices... quero ver quem vai ter coragem de postar as suas nos comentários...

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Eu e o volante...

Bom, após 12 anos estou tentando reaprender a dirigir... a primeira aula foi no sábado retrasado, e embora os 50 minutos tenham transcorrido bem (dentro das minhas limitações), fiquei tão nervosa, tensa e ansiosa que quando coloquei o pé em casa desabei a chorar... é horrível encarar seus medos, lutar com você mesma, superar barreiras até então insuperáveis... enfim, passei a semana toda pensando e me preparando para encarar a 2ª aula, que foi no sábado passado, e pelo menos dessa vez não cheguei em casa chorando (embora ainda me sinta muito tensa com a siutuação). O instrutor me disse que ele já percebeu que eu sei tudo o que eu tenho que fazer, mas o medo me impede. Eu respondi a ele que medo eu tenho é de barata, porque de dirigir eu tenho é pavor!!!!! Mas ele me garantiu que isso vai passar..... então vamos ver.....

Pelo menos 10 motivos...

Hoje vim trabalhar conversando com Deus e refletindo (escutando a música que acabei de comentar no post aí embaixo), e ao ver uma senhora descendo com sua filha na entrada da rua que vai para o hospital de Manilha, certamente para visitar alguém doente, pois as duas estavam muito abatidas, dei Graças ao meu Deus por não ter que começar minha semana em um hospital, seja no leito ou seja pra visitar uma pessoa querida!! E comecei a agradecer por outras coisas, que fazem parte da minha vida de um jeito tão natural que muitas vezes esqueço de agradecer, pois são justamente as coisas mais valiosas... então pensei comigo: nossa, eu tenho pelo menos 10 ótimos motivos pra agradecer muito ao meu Deus... e aí vão eles, sem nenhuma ordem de prioridades, pois todos são muito importantes pra mim:

1 - Eu tenho saúde. Mesmo com uma dorzinha aqui outra lá, um resfriadinho bobo e até mesmo com as crises de enxaqueca, sou uma mulher SAUDÁVEL. Não tenho nenhuma doença grave ou incurável, não dependo de nenhum remédio pra sobreviver, e não dependo de ninguém pra comer, tomar banho, me vestir, e tantas outras atividades no dia a dia que a gente faz sem perceber...

2 - Eu tenho um filho lindo, inteligente, comunicativo, sem nenhuma deficiência física ou mental (não que eu fosse amá-lo menos caso ele tivesse, mas as restrições que ele teria que encarar para a vida em geral são óbvias).

3 - Eu tenho um marido que me apóia, me ama, é meu companheiro pra todas as horas, e uma pessoa em quem eu confio, num mundo em que ninguém confia em ninguém, e no qual os casamentos estão se desfazendo com muita facilidade.

4 - Eu tenho pai e mãe vivos, e mesmo com alguns probleminhas de relacionamento com meu pai, numa hora de necessidade sei que ele não me viraria as costas (mesmo que isso viesse com nota fiscal hehehe), e minha mãe é uma mulher maravilhosa, que está comigo pro que der e vier. E ainda tenho que agradecer porque os dois ainda estão ativos e independentes, enquanto vejo por aí tantos pais que são extremamente dependentes dos filhos, e até mesmo alguns pais que gostam de sugar e cobrar dos filhos o tempo todo. Eu tenho família.

5 - Eu tenho dois irmãos inteligentíssimos, uma psicóloga e um jornalista/publicitário (nem eu sei direito hahaha), os dois batalhando por suas carreiras com unhas e dentes, e que tem um futuro brilhante pela frente, além de serem meus amigos (ainda que sejamos diferentes como os dedos da mesma mão), são meu apoio em tempo integral. E são meu orgulho, também.

6 - Eu tenho um ótimo emprego. Me emociono cada vez que me lembro disso. Pode não ser o emprego que minha mãe (e outras pessoas) sonhou pra mim (afinal, ainda não é de nível superior, né mãe?), mas eu não me atrevo a colocar nenhum defeitinho nele, porque foi um dos maiores presentes que Deus me deu.

7 - Eu tenho plano de saúde. Aliás, não só eu, mas eu, meu marido e meu filho. Porque depender da saúde pública em nosso país é assinar um atestado de óbito num caso mais grave. É caro, muito caro, mas não abro mão da segurança de poder ser atendida com mais qualidade (pelo menos é que se espera).

8 - Eu tenho amigos. A cada ano Deus me presenteia com algumas boas amizades, dessas que a gente leva pela vida afora. Tenho amigos que me amam, que oram por mim e em quem posso confiar. Não sou uma pessoa solitária. Na correria não dá pra ter tanto contato como gostaria, mas se fica muito difícil encarar uma luta, sei exatamente pra quem posso pedir ajuda.

9 - Eu tenho uma casa. Não é exatamente minha (é dos meus pais), mas é o meu lar. É o meu refúgio, meu lugar de paz, de descanso, e tem tudo o que eu preciso lá dentro. Não é a melhor casa do mundo, aliás não é nem a melhor casa da minha rua, mas é o meu canto. E tem até um carro na garagem!!!

10 - Eu tenho sonhos realizados. Hoje em dia é tão comum ver pessoas que nunca conseguem realizar nada na vida, pessoas sem sonhos e sem esperanças também. Pessoas que empurram a vida com a barriga como se viver fosse apenas isso, de 24 em 24 horas até chegar o último dia. Não fazem planos, projetos, não se atrevem a sonhar justamente porque nunca viram nenhum sonho se concretizar em sua vida. Eu não. Realizei alguns sonhos na vida, e ainda tenho muitos a realizar. Não sei se vou realizar todos, mas pelo menos eles existem, e me motivam a perseverar na luta de todo dia.

Pra fechar, eu tenho fé. Fé no meu Deus, meu Deus Fiel, diante de quem posso me curvar pra agradecer todos os dias da minha vida. Pra mim é inconcebível viver sem fé, viver sem Deus. Como não acreditar Nele? Como não buscá-lo, não querer ter um relacionamento com Ele, não querer conhecê-lo de perto? Espero jamais me afastar Daquele que é a razão da minha vida.

Fica a perguntinha pra quem passar por aqui: quantos motivos você tem???

Uma música linda pra começar a semana...

Eu já conheço essa música há mais ou menos 1 ano, mas faz uma semana que estou simplesmente "viciada" nela! Todos os dias venho ouvindo no mp3 a caminho do trabalho, escuto umas 3 vezes, e ela tem realmente tocado muito meu coração... ela é linda demais, é uma daquelas músicas especiais pra gente cantar só pra Deus, e mais ninguém... infelizmente ela não entrou no CD, apenas no DVD do Renascer Praise XII.
Corro a Ti - Renascer Praise (Composição: Marcio Foffu)
Quando vem a solidão
Tão dificil é prosseguir
Eu não vivo do que vejo
Ando pelo o que alcancei em Ti Senhor
Clamo pelo Espírito
Sei que tenho a Ti oh Pai
Socorro bem presente
Eu sei que as Tuas mãos estão sobre mim
Então corro a Ti
Para os Teus braços, Senhor
Corro a Ti
Vou desfrutar da Tua herança de amor
Buscarei Tua face oh Deus
Me encherei do Teu poder
Nenhum deserto me parou
Vou continuar a caminhar
Eu sei que o Senhor sempre tem mais
Então corro a Ti
Para os Teus braços, Senhor
Corro a Ti
Vou desfrutar da Tua herança de amor

sexta-feira, 15 de junho de 2007

A volta da família careta - Lya Luft

Foi tão grande e variado o número de e-mails, telefonemas e abordagens pessoais que recebi depois de escrever que família deveria ser careta, que resolvi voltar ao assunto, para alegria dos que gostaram e náusea dos que não concordaram ou não entenderam (ai da unanimidade, mãe dos medíocres).

Atenção: na minha coluna não usei "careta" como quadrado, estreito, alienado, fiscalizador e moralista, mas humano, aberto, atento, cuidadoso. Obviamente empreguei esse termo de propósito, para enfatizar o que desejava. Houve quem dissesse que minha posição naquele artigo é politicamente conservadora demais. Pensei em responder que minha opinião sobre família nada tem a ver com postura política, eu que me considero um animal apolítico no sentido de partido ou de conceitos superados, como "a esquerda é inteligente e boa, a direita é grossa e arrogante". Mas, na verdade, tudo o que fazemos, até a forma como nos vestimos e moramos, é altamente político, no sentido amplo de interesse no justo e no bom, e coerência com isso.


E assim, sem me pensar de direita ou de esquerda, por ser interessada na minha comunidade, no meu país, no outro em geral, em tudo o que faço e escrevo (também na ficção), mostro que sou pelos desvalidos. Não apenas no sentido econômico, mas emocional e psíquico: os sem auto-estima, sem amor, sem sentido de vida, sem esperança e sem projetos.


O que tem isso a ver com minha idéia de família? Tem a ver, porque é nela que tudo começa, embora não seja restrito a ela. Pois muito se confunde família frouxa (o que significa sem atenção), descuidada (o que significa sem amor), desorganizada (o que significa aflição estéril) com o politicamente correto. Diga-se de passagem que acho o politicamente correto burro e fascista.


Voltando à família: acredito profundamente que ter filho é ser responsável, que educar filho é observar, apoiar, dar colo de mãe e ombro de pai, quando preciso. E é também deixar aquele ser humano crescer e desabrochar. Não solto, não desorientado e desamparado, mas amado com verdade e sensatez. Respeitado e cuidado, num equilíbrio amoroso dessas duas coisas. Vão me perguntar o que é esse equilíbrio, e terei de responder que cada um sabe o que é, ou sabe qual é seu equilíbrio possível. Quem não souber que não tenha filhos.


Também me perguntaram se nunca se justifica revirar gavetas e mexer em bolsos de adolescentes. Eventualmente, quando há suspeita séria de perigos como drogas, a relação familiar pode virar um campo de graves conflitos, e muita coisa antes impensável passa a se justificar. Deixar inteiramente à vontade um filho com problema de drogas é trágica omissão.


Assim como não considero bons pais ou mães os cobradores ou policialescos, também não acho que os do tipo "amiguinho" sejam muito bons pais. Repito: pais que não sabem onde estão seus filhos de 12 ou 14 anos, que nunca se interessaram pelo que acontece nas festinhas (mesmo infantis), que não conhecem nomes de amigos ou da família com quem seus filhos passam fins de semana (não me refiro a nomes importantes, mas a seres humanos confiáveis), que nada sabem de sua vida escolar, estão sendo tragicamente irresponsáveis. Pais que não arranjam tempo para estar com os filhos, para saber deles, para conversar com eles... não tenham filhos. Pois, na hora da angústia, não são os amiguinhos que vão orientá-los e ampará-los, mas o pai e a mãe – se tiverem cacife. O que inclui risco, perplexidade, medo, consciência de não sermos infalíveis nem onipotentes. Perdoem-me os pais que se queixam (são tantos!) de que os filhos são um fardo, de que falta tempo, falta dinheiro, falta paciência e falta entendimento do que se passa – receio que o fardo, o obstáculo e o estorvo a um crescimento saudável dos filhos sejam eles.


Mães que se orgulham de vestir a roupeta da filha adolescente, de freqüentar os mesmos lugares e até de conquistar os colegas delas são patéticas. Pais que se consideram parceiros apenas porque bancam os garotões, idem. Nada melhor do que uma casa onde se escutam risadas e se curte estar junto, onde reina a liberdade possível. Nada pior do que a falta de uma autoridade amorosa e firme.


O tema é controverso, mas o bom senso, meio fora de moda, é mais importante do que livros e revistas com receitas de como criar filho (como agarrar seu homem, como enlouquecer sua amante...). É no velhíssimo instinto, na observação atenta e na escuta interessada que resta a esperança. Se não podemos evitar desgraças – porque não somos deuses –, é possível preparar melhor esses que amamos para enfrentar seus naturais conflitos, fazendo melhores escolhas vida afora.

quarta-feira, 13 de junho de 2007

Sete!

Sete coisas que faço bem: artesanato; conversar; rir; chorar; scrapbooking digital; sobremesas; cantar .
Sete coisas que não sei fazer: dirigir; acreditar em horóscopo (nem em simpatias, duendes, energias e afins); fingir; segurar o choro; rir baixo; bolo de chocolate (faço todo tipo e dá certo, menos esse!); mexer no Excel.
Sete coisas que me atraem no sexo oposto: olhar, cheiro, educação, humor, inteligência, sorriso, maneira de vestir.
Sete coisas que não suporto no sexo oposto: desodorante vencido, palavrão, grosseria, mau-humor, dente podre, cheiro de cigarro, cheiro de bebida.
Sete coisas que digo com frequência: valeu, tá tranquilo, ô chatice!, caraca!, beijo!, vai com Deus, deixa só eu terminar aqui rapidinho (pro marido por causa do vício do PC).
Sete atores/atrizes que eu gosto: Tom Hanks, Nicholas Cage, Jennifer Aninston, Julia Roberts, Will Smith, Meg Ryan, Jack Black.
Sete atores/atrizes que eu detesto: Steven Segal, e todos esses atores da globo que só se dão bem qdo tiram a camisa ou mostram os peitos siliconados.

Sete filmes que eu adoro: Diário de uma paixão, O amor não tira férias, Letra e Música, O Senhor dos Anéis, Hitch, À procura da felicidade, Minha Vida.
Sete filmes que eu detesto: Jogos Mortais, Matrix, qq filme de luta marcial.
Sete livros favoritos: As cinco linguagens do amor, Férias!, Sushi, Agora ou Nunca, Aliviando a bagagem, Pollyanna, O Pequeno Príncipe.
Sete lugares favoritos: Floripa, Arraial do Cabo, Curitiba, Campos do Jordão, Petrópolis, Paraty, Terê.

terça-feira, 12 de junho de 2007

Dia dos Namorados...

Delícia, você é a calda de chocolate do meu sorvete, hahaha!!!!
Te amo!

domingo, 10 de junho de 2007

Fui taggeada!

Tá rolando uma brincadeira pelos blogs que se chama taggear. Eu acabo de ser taggeada pela amiga scrapper Cátia Cunha, e em breve vou postar minhas 7 esquisitices... É que essa brincadeira consiste em escrever 07 coisas no blog, sobre mim mesma, que seus amigos não saibam (a não ser talvez os mais íntimos, e por isso eu prefiro chamar essas coisas de "esquisitices" hehehe) e aí depois tem que taggear mais 07 pessoas. Aguardem...

sábado, 9 de junho de 2007

Fim de Férias...

Ai, ai........ essa foto é ótima, né??? Dá pra se sentir realmente deitado na areia da praia, curtindo o ventinho, o sol da tarde, olhando pra esse mar lindo... quando tirei essa foto dos meus pés foi exatamente isso que eu quis registrar: o descanso de um belo dia de férias...

quinta-feira, 7 de junho de 2007

Elsa & Fred


Acabei de assistir Elsa e Fred (por indicação da minha amiga Malu). É um lindo filme!!!!!!! É argentino. Me lembrei da Cris Boluda Mor, minha amiga de Buenos Aires. Pra quem gosta de filmes tranquilos e românticos (mas tb dei boas risadas, porque a Elsa é uma figuraça!), taí a indicação.

Sinopse: Fred (Manuel Alexandre) é um homem aposentado com mais de 80 anos, que leva uma vida tranquila até descobrir que está doente. O que parecia ser o fim de sua vida muda completamente quando ele conhece Elsa (China Zorrilla), sua vizinha, que também tem em torno de 80 anos. Juntos eles realizam novas experiências, redescobrindo o prazer de viver.

quarta-feira, 6 de junho de 2007

E esta é a Anita!

É uma princesinha!!!!!!! Parabéns, Aninha e Bruno! Que Deus dê sabedoria e paciência pra criar esta florzinha dia após dia... Ela é linda, estou aqui cheia de orgulho!!!! Afinal, considerando que Aninha é minha prima-irmã, ela é minha prima-sobrinha, né? Anita, seja muito bem vinda à nossa família!!! Já te amamos demais!

segunda-feira, 4 de junho de 2007

Falando sobre maternidade - parte II - opinião de uma amiga

Uma amiga do grupo "casadas e enroladas" descreveu a experiência dela de uma maneira que eu achei super interessante, e é bem parecido com meu modo de pensar, pedi a ela pra publicar aqui:

"Experiência própria... depois que o filho da gente nasce, metade das coisas que faziam a gente virar a cara, ter nojo ou achar horríveis passam pela gente e nem percebemos que fazemos tudo aquilo.

Imagina vc, com seu filho de 2 meses e vc precisa sair pra ir no mercado porque não tem ninguém que pode fazer isso por vc. Vc não pode pedir na internet porque seu cartão está zerado... não tem nada pra jantar e vc realmente precisa ir e não tem ninguém pra cuidar do seu filho, até porque vc só dá peito pra ele.

De repente, lá dentro do mercado, seu filho acorda e chora de fome. O que vc faz? Vc pode até responder (e achar do fundo do seu coração que irá fazer) que vai largar tudo lá, voltar pra casa, amamentar e depois voltar.

Duvido.

Vc estará cansada, sem dormir, provavelmente sem tomar banho - coisa que só fará quando alguém chegar na sua casa pra te ajudar - verá a carinha dele...

Vedir um banquinho, amiga... vai colocar a fraldinha de pano por cima do peito e dele e vai dar de mamar lá mesmo, 20 minutinhos em cada peito e, vamos embora com isso... pessoas vão te ajudar, vão puxar assunto e vc verá que é a coisa mais natural do mundo...

Situações vão surgir... aquela coisinha que chora e caga o tempo todo dá um trabalhão... depois que começam a engatinhar, vc vai dizer que sente falta do tempo que ficavam quietinhos no berço, depois que começam a andar... vc quer sumir porque não terá mais sossego pois eles caem, esbarram nas coisas, fora as mãozinha curiosas que mexem em tudo...

Daí, quando tem uns 3 anos a coisa começa a melhorar... vc já consegue dormir um pouco mais. Isso na hipótese de vc ter lembrado de ensinar ele a dormir a noite toda retirando logo a mamada da madrugada, senão... ah! E a fralda...

Daí vc começa a ter nostalgia e pensa num segundo filho...

E começa tudo de novo, mas vc está mais descolada. Tira de letra! Amamenta em qualquer lugar. Retira leite na bomba... só esquentar... limpa cocô com uma desenvoltura ímpar...

Daí vem o terceiro filho... coitado, esse se cria sozinho, vc deixa lamber o chão... morder o gato... nem foto direito do coitado vc vai tirar...

Hehehehehe!

Não é assim???

Fabi RJ
(Fabiana Monteiro)

Falando sobre maternidade...

Não sou a rainha da paciência, e nunca escondi isso do meu filho. Ele sabe até onde eu aguento... está na idade do teste de limites, pra ver quem é que manda.... mas eu tenho conseguido lidar com ele direitinho! E qdo a coisa aperta e o castigo não resolve, uma chineladinha de leve (de leve mesmo, não preciso nem bater de verdade pq ele sabe que eu não vou ficar me roendo de culpa depois) faz milagres!

Essa noite mesmo ele quis aprontar. Cismou q ia dormir na minha cama, eu coloquei na cama dele. Ficou de pirraça até 1 da manhã. No começo eu fui no quarto, deitei na cama com ele, apaguei a luz e ele já estava cochilando qdo eu voltei pra minha cama. Aí daí a pouco ele acendeu a luz de novo, e por aí vai. O pai foi até o quarto, conversou com ele, deixou ele deitadinho de novo. E de novo ele levantou, acendeu a luz e ficava olhando da porta do meu quarto pra ver se a gente ia falar alguma coisa. Nós fingimos que já estávamos dormindo, não demos corda mais pra ele. Só que eu estava com tanto sono que acabei cochilando uns 20 minutos, e qdo dei por mim, ele já estava dormindo de roncar na caminha dele, com a luz apagada, até o cobertor ele puxou pra cima dele...

Fiquei rindo sozinha, como um toquinho desse tem tanto peito pra desafiar os pais, que são praticamente do dobro do tamanho dele, né? hahaha

O amor não tira férias!





Ontem (domingo de chuva e frio) eu e Marquinho assistimos a esse filme, e é simplesmente lindo! Sabe esses filmes que quando terminam deixam um clime leve no ar? Pois esse é um deles. É bem "sessão da tarde", pra distrair a mente sem maiores pretensões. A história fala de 2 mulheres (Cameron Diaz e Kate Winslet) infelizes no amor, que trocam de casa por 10 dias, uma mora na Inglaterra e outra em LA. Vale a pena conferir.

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Olha o barrigão da Aninha aí!

Agora só falta a foto da Anita, né? Estou aguardando ansiosamente que o papai ou a mamãe me mandem...

Partidas e Chegadas...

Estou de volta ao lar... a viagem foi tranquila, matei a saudade das tias, primas e primos (nem todos, mas a maioria deu tempo de encontrar). Vi o barrigão da Aninha de perto, e dividi com ela os últimos dias antes do parto, conversamos muito, foi ótimo. Também recebi a notícia do casamento da Laninha (prima Helayne), já marcado para 25 de agosto, conheci o noivo, Elias, e até meti meu bedelho onde não fui chamada (pra variar), mas foi bom poder participar. Estive em Conceição da Barra, no apê da Xanda, o lugar é bem legal, uma pena que a cidade está meio abandonada...
Resumindo, foram 8 dias pra lá e pra cá, a gente não pára um minuto, vai de casa em casa, de lanche em lanche, mas eu AMO minhas tias!!!!!! Elas são divertidas demais, cada uma com suas características, mas todas são amores de pessoa!!!
O que doeu mais foi a saudade da minha vozinha fofinha... tentei evitar ir até a rua onde ela morava, mas numa tarde fui lanchar na casa de uma tia que mora na mesma rua... não deu pra segurar o choro, nesse e em muitos outros momentos, porque tudo ali naquele ambiente, naquele bairro, nas lojinhas onde ela gostava de passear e comprar "coisinhas", TUDO me lembra ela. Veio ao meu coração a lembrança de que a última vez em que havia estado ali naquele lugar foi pra me despedir dela, e agora eu estava ali pra participar da chegada da Anita. Me lembrou a música do Milton (Nascimento), que fala sobre chegadas e partidas, "todos os dias é um vai e vem, a vida se repete na estação"... "são só dois lados da mesma viagem, o trem que chega é o mesmo trem da partida, a hora do encontro é também despedida, a plataforma dessa estação é a vida, desse meu lugar é a vida"...
E no fim das contas, não deu pra conhecer a Anita pessoalmente. Ela nasceu no dia 30 de maio, de manhã, pesando 3050 kg e medindo 51 cm. Mas parece que ela bebeu um pouquinho de líquido amniótico e por isso foi pra UTIN. Ontem estive no Hospital (no mesmo hospital onde minha vó partiu) antes de pegar a estrada de volta, mas só consegui falar com a Aninha... assim que receber notícias e fotos dela eu vou resgistrar aqui. Saí de lá um pouco preocupada com a situação... e sentindo no peito o aperto por imaginar o quanto a Aninha estava ansiosa e angustiada pra ter sua filhinha nos braços... é uma sensação tão ruim... mas logo, logo tudo vai passar, a Anita vai pra casa com a mamãe e o papai, e tudo vai ficar bem!

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Férias!!!!!!!!!!!

Amanhã bem cedinho estaremos indo pra Vitória ver minhas tias, primas, primos, conhecer Anita (ainda não chegou mas vai chegar a qq momento), enfim, uma semana por lá... ainda não estive lá depois de outubro, essa com certeza vai ser a parte mais difícil da história...
E também vamos conhecer o apê da Xanda em Conceição da Barra, e quem sabe faz um solzinho por lá? Com isso vou ficar sumidinha por uns dias... mas vou voltar cheia de novidades pra contar... até lá!

segunda-feira, 21 de maio de 2007

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Anita está chegando!!!!!!!

Parece que foi ontem que eu anunciei aqui a gravidez da Aninha, e agora já estamos super perto de conhecer essa menininha tão sonhada pessoalmente.....
A Aninha me falou que a partir do dia 25 ela pode chegar a qualquer momento, e o melhor de tudo pra mim é que eu vou estar lá pra acompanhar de pertinho esse dia tão especial...
Aninha, que você tenha um parto maravilhoso, que Anita chegue a este mundão com muita saúde e chorando bem forte, pra mostrar que tem pulmões muito saudáveis!!!!
Que você e Bruno recebam de Deus muita sabedoria pra cuidar da Anita, e MUITA PACIÊNCIA NESSA HORA!!!! hehehe
Ser mãe não é nada fácil, mas tem seus momentos deliciosos....
Amo muito você, minha prima, amiga e madrinha querida!!!!!
É muito bom poder participar com você desse momento!!!!

domingo, 13 de maio de 2007

Para a Minha Mamãe...



Mãe, quando eu crescer quero ser igualzinha à você!!!!!!!!!
Te amooooooooooooooooooooooo!!!!!!

Feliz Dia, Mamães!!!!!!!!!






ps.: o meu Dia das Mães foi tranquilo, assisti à programação especial para as mães na igreja logo cedo com mamãe e Gui, e ainda fui convidada pra falar o que eu achava que era "Ser Mãe", hehehe




Depois fizemos almoço em casa mesmo, o Marquinho foi almoçar com a mãe dele, e Xanda não pôde vir, então ficamos só eu, mamãe, papai, Xande e Gui. Fizemos Nhoque de carne e de frango, ficou muuuuuito bom... mamãe fez até pudim de sobremesa...... hummmm... e foi assim, domingo tranquilo....
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...