segunda-feira, 4 de junho de 2007

Falando sobre maternidade - parte II - opinião de uma amiga

Uma amiga do grupo "casadas e enroladas" descreveu a experiência dela de uma maneira que eu achei super interessante, e é bem parecido com meu modo de pensar, pedi a ela pra publicar aqui:

"Experiência própria... depois que o filho da gente nasce, metade das coisas que faziam a gente virar a cara, ter nojo ou achar horríveis passam pela gente e nem percebemos que fazemos tudo aquilo.

Imagina vc, com seu filho de 2 meses e vc precisa sair pra ir no mercado porque não tem ninguém que pode fazer isso por vc. Vc não pode pedir na internet porque seu cartão está zerado... não tem nada pra jantar e vc realmente precisa ir e não tem ninguém pra cuidar do seu filho, até porque vc só dá peito pra ele.

De repente, lá dentro do mercado, seu filho acorda e chora de fome. O que vc faz? Vc pode até responder (e achar do fundo do seu coração que irá fazer) que vai largar tudo lá, voltar pra casa, amamentar e depois voltar.

Duvido.

Vc estará cansada, sem dormir, provavelmente sem tomar banho - coisa que só fará quando alguém chegar na sua casa pra te ajudar - verá a carinha dele...

Vedir um banquinho, amiga... vai colocar a fraldinha de pano por cima do peito e dele e vai dar de mamar lá mesmo, 20 minutinhos em cada peito e, vamos embora com isso... pessoas vão te ajudar, vão puxar assunto e vc verá que é a coisa mais natural do mundo...

Situações vão surgir... aquela coisinha que chora e caga o tempo todo dá um trabalhão... depois que começam a engatinhar, vc vai dizer que sente falta do tempo que ficavam quietinhos no berço, depois que começam a andar... vc quer sumir porque não terá mais sossego pois eles caem, esbarram nas coisas, fora as mãozinha curiosas que mexem em tudo...

Daí, quando tem uns 3 anos a coisa começa a melhorar... vc já consegue dormir um pouco mais. Isso na hipótese de vc ter lembrado de ensinar ele a dormir a noite toda retirando logo a mamada da madrugada, senão... ah! E a fralda...

Daí vc começa a ter nostalgia e pensa num segundo filho...

E começa tudo de novo, mas vc está mais descolada. Tira de letra! Amamenta em qualquer lugar. Retira leite na bomba... só esquentar... limpa cocô com uma desenvoltura ímpar...

Daí vem o terceiro filho... coitado, esse se cria sozinho, vc deixa lamber o chão... morder o gato... nem foto direito do coitado vc vai tirar...

Hehehehehe!

Não é assim???

Fabi RJ
(Fabiana Monteiro)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...