terça-feira, 27 de abril de 2010

Ganhei um presente especial...


Minha irmã me mandou essa mensagem de presente, e não posso deixar de compartilhar algo que falou tanto ao meu coração no dia de hoje.

Salmos 126.3 - "Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isso estamos alegres".


Como hoje é o seu aniversário, a grande coisa do Senhor é você!! Nunca esqueça disso!! Bjoss e te amo mtooo

A Paz do Senhor!


Você já olhou a sua volta hoje? No caminho do trabalho notou como a paisagem é bela? Já parou para observar a beleza do céu mesmo que ele esteja nublado?
Se sua resposta foi simplesmente não, então minha sugestão é que você comece a reparar em tudo ao seu redor, desde as coisas mais simples até as mais magníficas.
Tudo o que seus olhos podem ver foi feito por Deus ou por sabedoria que Ele mesmo deu aos homens pra fazer.
Este versículo "Grandes coisas fez o Senhor por nós..." é a mais pura verdade, Ele que é um Pai tão amoroso e dedicado se preocupa em fazer coisas grandes para seus filhos amados, a começar da natureza tudo o que foi feito, foi pensando no homem, e olhe só que fantástico, no versículo diz que é por causa das grandes coisas feitas por Deus é que estamos alegres.
Mas Deus não só FEZ, isto é, no passado, Ele ainda FAZ grandes coisas na SUA vida e tem muito mais para fazer. Ele jamais se esquece de seus filhos amados, só o fato de você estar lendo esta mensagem hoje, já é uma grande coisa, isso significa que mais um dia você amanheceu por causa dos cuidados do Criador, mais uma oportunidade o Senhor está te dando. Não jogue fora esta oportunidade, Deus está fazendo coisas grandes para você, por você e através de você.
Aguarde, confie e acredite, Ele é quem mais se preocupa em te ver feliz, grandes realizações e conquistas estão preparadas especialmente pra você!!!
Abra os olhos e veja pela fé as grandes coisas que estão nas mãos de Deus pra você e sua casa. Abra os braços e deixe ELE te abraçar!
Que o Senhor te abençoe muitíssimo.

Ev. Elines Leme
elinesleme@iprassis.com.br

Música pra hoje!

O Teu amor (Ludmila Ferber)


Que outro amor é melhor que o Teu amor?
Que outro amor cobre uma multidão de pecados?
Que outro amor é a cura pra dor?
Que outro amor é tão poderoso que restaura o coração despedaçado?


Que outro amor é melhor que o Teu amor?
Que outro amor cobre uma multidão de pecados?
Que outro amor é a cura pra dor?
Que outro amor é tão poderoso que restaura o coração despedaçado?


O Teu amor tem feito milagres em nós
O Teu amor tem feito a gente dançar no meio do fogo, do fogo
O Teu amor tem alimentado em nós
A esperança, a fé viva, a força e a paixão
Pra cumprir o chamado!


Hoje é o MEU dia, o dia que o meu Paizinho escolheu pra me trazer a este mundo. E mesmo que nem tudo aconteça como eu desejei, o meu PAI há de me dar sempre o melhor desta terra, porque Ele fez e faz o impossível por mim. É nisso que eu me apego quando tenho decepções nessa vida. E é nisso que eu estou me apegando hoje. O amor, o cuidado, o carinho e a fidelidade do meu Deus por mim, Ele que é o meu Pai amado e sempre será, são infinitos. Obrigada, meu Pai ; )

terça-feira, 20 de abril de 2010

E faltam só 7 dias...

... alguém mais já se deu conta (como se as pessoas ficassem em casa pensando muito nesse assunto!) de que este será meu primeiro aniversário depois dos 30 no qual não estarei grávida? Só isso já é motivo de festa, né não??? hehehe

Pra refrescar a memória, no de 30 eu tava toda bonitona, me sentindo "a" tal!!! Só tinha um filho até então, um rapazinho de apenas 3 aninhos... tive um momento de "crise dos 30", mas passou rapidinho...

No de 31, eu estava enorrrrrrrrrrrrme mas feliz da vida, grávida de quase 8 meses da Malu, inclusive foi um "Chaversário", lembra? Tava toda feliz com minha menininha prestes a chegar, e pensando que minha família estaria completa com um casal de filhos lindos que Deus preparou para mim. Mas aí...

No de 32, eu tava mal, gente... a Malu pequenininha e eu tinha acabado de me descobrir grávida de novo, e aí quem estava por perto sabe exatamente como foi aquele momento pra mim... e meu aniversário ia passar totalmente em branco, se não fossem minhas amadas amigas (incluindo mamãe, claro!) terem preparado uma surpresa pra mim! Me lembro que era dia de ensaio do Shemah, estávamos lanchando na sala quando de repente eu ouvi o "Parabéns pra você..." e vi minha casa se encher de alegria com a presença de amigos tão queridos e especiais... foi uma força extra e tanto... tava precisando muito daquela mega dose de carinho e apoio!

E então, esse ano os 33 chegam com força total! Aliás, parece que até a idade que estou fazendo veio propositalmente confirmar que "3" é mesmo o meu número, né? hehehe agora são 3 filhotes, que formam o trio de filhos mais lindo do mundo, fala sério!!!

Tudo bem que eu ainda não tô me sentindo "bonitona" como estava aos 30, mas quem sabe aos 34, né? Afinal, o bom de fazer aniversário todo ano é que sempre dá pra fazer um balanço e equilibrar/melhorar/consertar/detonar o que não está legal. E ainda que meu corpo não esteja como eu gostaria, e meu rosto muitas vezes demonstre o cansaço da fase turbulenta que tenho vivido com 2 crianças pequenas e uma criança "média", posso dizer que minha cabeça está bem melhor que ano passado, e o meu coração está apaixonado por um certo gorducho sorridente de olhos azuis enormes que veio sem combinar nada comigo, mas que já tem o lugar dele na nossa família. Então, bora comemorar mais um aniversário!!! Quem me conhece sabe que eu ADORO celebrar esse dia!! E que venha o dia 27!! ; )

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Para minha amiga magrela...

Tenho ouvido muito os 3 últimos CDs da Ludmila Ferber, e hoje eu ouvi essa música e me lembrei tanto de você, que vou até registrar aqui, magrela!
Não vou dar maiores explicações, porque para bom entendedor meia palavra basta, né?
Mas voltando ao assunto da música, ó que mensagem linda e maravilhosa:
Os sonhos voltaram – Ludmila Ferber

Você, aflita e arrojada
Alma cansada, desamparada
Você de espírito abatido
Que sabe o que é depressão
Que já sofreu rejeição
O Senhor te chamou
Será que você pode ouvir
Os dias da tua humilhação
Estão chegando ao fim
De agora em diante não se viverá
Daquelas migalhas que caem no chão
É hoje o começo de um novo tempo de cura e restituição
Os sonhos voltaram!
De agora em diante não se viverá
Daquelas migalhas que caem no chão
É hoje o começo de um novo tempo de cura e restituição
Os sonhos voltaram!
Estou TÃO feliz por você, minha amiga!!!! Feliz porque seus sonhos voltaram com tudo neste ano! E meu maior desejo é que estes sonhos se CONCRETIZEM em sua vida, porque você merece!

Te amo, amiga-irmã!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Da série "Liliane inventando moda na cozinha"...


Já faz um tempão que eu queria tentar fazer os cupcakes... então, aproveitei o feriado mais chocólatra e calórico do ano e fui colocar minhas idéias em prática...
Prometam que não vão reparar na decoração, porque os bichinhos são feinhos mas são limpinhos, tá bom? Não sou confeiteira e essa foi minha primeira experiência no ramo hehehe
A massa ficou gostosa, mas achei o tal buttercream (glacê a base de manteiga e açúcar de confeiteiro) meio enjoativo... mas é ele quem dá o charme no "bolinho", e mesmo fora da geladeira ele fica durinho, não derrete, nem desmancha, fica perfeitinho como no dia do preparo.
E aí, quem vai me contratar?? hahahaha é brincadeira, só fiz mesmo pela curiosidade, e pretendo repetir, mas só para consumo "familiar" mesmo... deu água na boca agora, não deu??? hummm ; )



Para refletir...

"Um Deus infinito pode se dar inteiro a cada um de seus filhos.
Ele não se distribui de modo que cada um tenha uma parte,
mas a cada um Ele se dá inteiro, tão integralmente
como se não houvesse outros."-A.W.Tozer
Esse é o meu Deus, a quem sirvo, adoro e amo ; )!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Back to Work!

Ontem meu terceirinho fez 6 meses, e isso significa que minha licença chegou ao fim. Hoje (plena sexta-feira hahahaha) estou voltando ao trabalho. Ainda não sei definir alguns sentimentos conflitantes que me rondam nessa manhã, mas sinto que já era hora mesmo de voltar. Sei que os pequenos sentirão minha falta, principalmente a do meio, minha pimentinha Malu, pois desde que ela nasceu (junho/2008) passei apenas alguns meses trabalhando e aí emendei na licença do Bernardo. O Gui é que eu acho que vai se sentir um pouquinho aliviado, pois a mamãe chata vai dar um tempo de pegar no pé dele hehehehehe e eu também não posso dizer que não sentirei falta deles, pois ficar em casa tem sido minha rotina desde julho do ano passado... foi muito tempo nessa vida de mãe em tempo integral, minha gente...

Mas, amo de trabalhar fora, gosto do meu trabalho, e me sentiria incompleta e frustrada se não tivesse "pra onde voltar" nesse momento. Graças ao meu Pai que estou em um emprego público, pois no setor privado já retornaria sabendo de uma demissão, né? Afinal, que empregador ia querer uma funcionária que passou os últimos 2 anos grávida e de licença? hahahaha

Peço ao meu Deus que prepare meu ambiente de trabalho para meu retorno, de modo que as coisas aconteçam da forma mais tranquila possível... e que eu entre no ritmo bem rapidinho, pra não ficar me sentindo a mais lesada de todas!!!

Orem por mim, e me desejem "sorte"!

# Malu e Manado foram à Tia Inez (pediatra) ontem. Malu está com 11.700 kg e Manado com 11 kg!!!!! É mole ou quer mais? O garoto é GIG!!!!! hahahahaha Cheios de saúde, obrigada!!!!

Sobre as chuvas, a amizade e a solidariedade...

Queria agradecer ao imenso carinho de tantos amigos e familiares que se preocuparam conosco no meio desse caos que se instalou aqui nessa semana, e quero registrar minha sincera gratidão ao meu Deus, que colocou as mãos no meu portão e não permitiu que nenhuma água suja invadisse a minha casa como das duas outras vezes. Não me perguntem como, mas o fato é que nem mesmo minha garagem viu uma gota de lama!!! Obrigada, meu Pai!

Tirei algumas fotos, e "catei" muitas outras fotos de amigos no orkut, não só do meu bairro, mas de bairros vizinhos, e o que vemos nas imagens é simplesmente surreal! Nunca pensei ver meu bairro nessa situação tão extrema!

Meu coração se parte quando penso em amigos como o Leo, que perdeu tudo, e o irmão do Emerson (Anderson), que também perdeu tudo, e tantos outros... contem com meu apoio e solidariedade, queridos!

E agora mais essa tragédia em Niterói, um desabamento que matou tantas pessoas, arrasou e destruiu tantas famílias... o Rio de Janeiro realmente está sendo devastado por essas águas... e quando vemos na TV que sempre tem um dedo podre de algum político que poderia ter feito mas não fez, e outro que ainda "desviou" verba pra outro estado em busca de votos (que me desculpem os baianos, mas desde quando a Bahia tem desastres como esse do Rio????), nossa, dá nojo!!! E também não aguento mais nem olhar pra cara nem ouvir a voz daquele que infelizmente é nosso Presidente!!! Não vejo a hora desse governo acabar, pra esse cara sair da mídia e se recolher à insignificância que ele merece. Desculpem o desabafo, é certamente a primeira vez que falo sobre política aqui, mas é ultrajante saber que algumas coisas poderiam ser diferentes, poderiam ser evitadas, enfim, poderiam... really disgusting!!!!!

Mas, voltando aos amigos que tanto amo (assunto muito mais interessante, é lógico), mais uma vez, obrigada! É maravilhoso saber que minha família é tão amada e querida por todos vocês!

E aproveito a oportunidade para avisar que estaremos recolhendo donativos (roupas, cobertores, alimentos não perecíveis, etc) em nossa igreja (Primeira Igreja Batista do Rocha), neste sábado (amanhã - 10/04), durante todo o dia, que serão entregues aos desabrigados no nosso município através da Primeira Igreja Batista de Alcântara. Quem quiser e puder participar com certeza será recompensado duplamente por nosso amado Paizinho!

Um sonho possível - The blind side


Semana retrasada me dei ao luxo de ir ao cinema sozinha (de vez em quando é bom, né Xanda?) e assisti a esse filme lindo, daqueles que vale a pena ver mais de uma vez e que nos faz pensar se temos feito realmente algo para modificar o mundo em que vivemos... encontrei essa crítica no site "Cinema com rapadura" e gostei, descreveu bem o filme, na minha opinião. Sandra Bolluck mereceu o Oscar de melhor atriz, pois ela está realmente ótima.


Queria ter postado sobre o filme antes, pra dar tempo de quem ainda não viu correr pro cinema, mas acho que ainda está em cartaz.


Eu gostei muito, e espero que você goste também ; )


Um Sonho Possível

Explorando a bondade humana ao extremo, o diretor John Lee Hancock nos apresenta esta emocionante história real que exalta o sentido da palavra "redenção".
Avaliação:8
Um Sonho PossívelComo falar de “Um Sonho Possível” sem soar piegas? É meio complicado, pois o longa, que conta a história do jogador americano Michael Oher, abusa do politicamente correto. Oher é um jovem problemático. Calado e de rosto inexpressivo, ele praticamente vagava pela vida como um Buda ou algo parecido até que Leigh Anne Tuohy, uma mulher de classe alta cheia de personalidade, o adotou como filho. O jovem rodava pela rua procurando um lugar quente para dormir quando sua futura mãe o acolheu.
Sem família e nem rumo certo, Oher estava morando com os pais de um amigo (o único talvez), quando eles se mudaram, não o avisando para onde iriam. Estudando em Mississipi, na escola do filho de Leigh Anne, ele era figura conhecida de todos, pois se tratava de um jovem negro muito alto e forte, de pouquíssimas palavras e amigos. Um tipo inusitado em um local que já foi um epicentro de preconceito racial. Com diversos problemas de aprendizado, era considerado problemático entre os professores, que não viam como ensinar o garoto. Acabaram descobrindo que, por trás das poucas palavras, havia um ouvinte, e métodos especiais levaram a escola e entender e aceitar este novo aluno como um deles. Ele começou a se sair melhor na escola.
A amizade entre Oher e o jovem S.J, filho de Leigh Anne, foi um dos catalisadores desse resgate corajoso, aliado também à total falta de preconceito e somada a uma imensa bondade e solidariedade. Afinal S.J é um garotinho, enquanto Oher tinha vinte poucos anos (não sabem ao certo, pois ele não possuía quase nenhuma documentação). A realidade é que a família que o acolhe, composta pelos já citados S.J e Leigh Anne, juntamente ao pai Sean e a filha Collins, são espécies em extinção neste mundo de hoje, ou seja, pessoas verdadeiramente boas. Elas não são santas, cometem seus erros, têm suas dúvidas, mas se esforçam para fazer o melhor, e realmente o fazem. Verdadeiros cristãos republicanos.
Claramente que o porte físico avantajado de Michael foi um dos fatores de ele ter sido aceito na escola em que estava estudando. Ele realmente se mostrava apto à prática de esportes, mas seu jeitão seria um problema na hora dos treinamentos. Entretanto, o rapaz acaba encontrando seu caminho e, como já sabem, se torna um profissional do futebol americano cobiçado pelos treinadores.
O diretor Lee Hancock se sai muito bem à frente do longa. Capturado pela fantástica história que contou, o cineasta segue um caminho clássico, que mantém o clima do filme de forma eficaz. Devido ao passado sofrido do jovem, o drama é parte fundamental da obra, constantes choques de realidade que são sentidos pela família rica, que percebe a distância deles de um universo que se esgueira a margem da sociedade.
Ainda assim, alguns momentos são de uma alegria tão perfeita que chegam a soar piegas, como na cena em que os dois irmãos treinam e fazem exercícios, se divertindo e dando risadas. Praticamente um comercial de margarina. Mas não me entendam mal, somente os mais rabugentos se incomodariam com tal felicidade alheia. Um humor saudável e de bom gosto. Em paralelo, Hancock inova e mostra toda sua criatividade e coragem em certas situações, como os excelentes primeiros minutos, nos quais, de uma forma didática e explicando por meio de cenas reais de um jogo de “football”, avisa que estamos entrando em um mundo esportivo admirado por seus realizadores.
Sandra Bullock se destaca nesta produção como Leigh Anne. Encabeçando o elenco e segurando com força o status do filme, a atriz se sai muito bem como esta personagem, com seu vigor e atitude praticamente se mostrando mais uma exteriorização de comportamento do que uma interpretação em si. É difícil personificar alguém realmente bom sem parecer forçado, e atriz consegue isso. Este com certeza é o motivo da repercussão de sua atuação no filme, que já foi premiada com o Globo de Ouro e o Oscar. Todo o simbolismo de sua personagem real tem uma força inquestionável.
Quinton Aaron, que interpreta o jogador Oher, teve uma tarefa ingrata. O personagem, que é aparentemente simples, traz diversas camadas capturadas muito bem pelo ator. Apesar de um Q.I baixo, o jogador parece ser um gênio na escola da vida. Por de trás de uma infância sofrida, está um homem bom e protetor, um grande irmão urso.
O elenco traz ainda Tim McGraw, interpretando o cúmplice marido Sean. Com carisma, o ator entregou um homem que é submisso a sua mulher, mas como ela está sempre certa e suas lutas são dignas do esforço, ele apóia sua companheira de forma incondicional. Assim também temos a filha Collins, interpretada por sua xará Lily Collins, que alcança também o tom exato para esta linda adolescente que se vê em uma encruzilhada social em sua escola, claramente seguindo pelo caminho correto e sempre mais difícil.
Por fim temos a surpresa do filme, o jovem S.J. O ator mirim Jae Head que o interpreta dá um show com seu personagem, que também é bom com atuação (ele se sai muito bem no teatro da escola) e é apaixonado por esportes. Suas cenas são as mais engraçadas, um alicerce fundamental no filme.
No time de coadjuvantes está Kathy Bates como a professora particular Miss Sue, uma democrata cheia de filosofias e de bem com a vida. Também com um humor de qualidade temos Ray McKinnon como o treinador Burt Cotton, outro que acaba sendo submisso aos conselhos irritantemente corretos da mil e uma utilidades Leigh Anne.
“Um Sonho Possível” causou certa surpresa ao ser indicado entre os dez candidatos a Melhor Filme na premiação do Oscar. Isso mostra como a história tem sua força própria. Sendo finalizado de uma forma que se tornou padrão para os filmes atuais que reencenam fatos verídicos, os créditos finais são acompanhados de fotos e vídeos da família em questão. Simetricamente representados, reais e ficcionais se confundem. Nada mais comum em mundo onde a vida real é boa demais para ser verdade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...