domingo, 8 de agosto de 2010

Aventuras & Desventuras em Série rsrsrsrs

Sair daqui pra ir a um aniversário de 1 aninho em Rio das Ostras no esquema bate e volta já pode ser considerado uma aventura, considerando-se a quantidade de cacarecos e suprimentos que tenho que carregar comigo pra dar conta da minha tropa hehehehe

Mas isso não seria suficiente... então, saímos em "comboio", 2 carros, Rodrigo e Marquinho nos respectivos volantes, Railton com a equipe Araújo e Paty e Davi com a equipe Beltrão, que incluía ainda Monique e Sophia, é claro...

15h30 nos encontramos, nos acomodamos e pegamos a estrada. Alguns quilômetros depois, uma parada rápida para pequenas trocas internas, porque Malu queria colo e Bernardo cedeu o colo "dele" (que um dia foi meu) pra ela, e passou pro bebê conforto. Tudo ok, vamos em frente. Papo vai, papo vem, é hora do lanche. Toddynhos e biscoitos de polvinho na mão, tudo sob controle. Alguns minutos depois, Malu começa: "mão, minha barriga tá doendo..." não deu nem tempo de pensar em nada, porque a garotinha abriu a boa e vomitou tudooooooooooo em cima de mim... ela também se sujou, é lógico, mas eu fiquei bem "prejudicada", digamos assim... só pra visualizar a cena, minha calça estava com uma dobra pra cima na bainha, que virou porta-vômito (eca!) hahahaha. Para o carro, desce todo mundo, limpa Malu, limpa Lili, entra no carro, segue viagem, mas... peraí! Cadê Rodrigo e a Equipe Beltrão????? Esperamos, esperamos, e nada! 

Meia volta. Encontramos Rodrigo e equipe na estrada, com o carro quebrado! Caraca! E agora? Liga pro seguro e espera o reboque. E a mulherada com aquela criançada? Espreme todo mundo no Corsinha Coração de Mãe e segue pra Rio das Ostras, porque já estávamos em Casimiro de Abreu e valia mais a pena seguir do que retornar... olha a situação: eu com Bernardo numa perna e Malu na outra, Gui no meio imobilizado, Monique com Sophia no colo. Paty na frente com Davi. Marquinho ao volante. Parecia motorista de rota escolar rsrsrsrs Digo e Railton ficaram esperando o reboque. Marquinho nos levaria à Rio das Ostras e retornaria até Casimiro pra buscar Railton. E lá fomos nós! Alguns minutos depois, Malu recomeça com "mamãe, minha barriga tá doendo...". Eu logo alertei o "tio Marquinho" (rsrsrs): para logo porque se ela vomitar o prejuízo vai ser maior, porque tá lotado aqui atrás. Ele parou. Desce Malu do carro. Mas era alarme falso. Assim retornamos pro carro e finalmente chegamos à festa, às 18 horas, os primeiros a chegar. 

Mas a aventura (acho que já entramos na parte das desventuras, né?) ainda não havia acabado. Afinal, Rodrigo já estava sendo rebocado, mas Railton continuava na estrada, perto do comércio de Casimiro de Abreu, ao relento, abandonado e com fome (mentira que ele logo tratou de atacar um pão com linguiça numa lanchonete da estrada!). Marquinho mal desceu do carro e deu meia volta pra buscá-lo. Eu fiquei com o trio encarando bravamente a missão de cuidar dos 3 numa festa infantil (pânico!!!). Mas, como já disse Milton Nascimento "é preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter gana sempre", mesmo que meu nome não seja Maria Maria, né! E assim fomos levando... a festa estava ótima, os gêmeos Davi e Mateus (aniversariantes) lindos, comida deliciosa, lugar bem maneiro, Gui e Malu curtindo bastante... até que Marquinho e Railton conseguiram adentrar no salão e aproveitar um pouco também. 

E Rodrigo? Acreditem se quiser, ele chegou em casa, largou o carro quebrado, pegou o carro do pai e VOLTOU até Rio das Ostras só pra trazer Monique e Sophia de volta... chegou lá já eram 22h, parabéns já cantado e bolo cortado, só deu tempo de comer uns brigadeiros e encarar toda aquela estrada de volta. Eita paizão, hein!!!!

E assim, era quase 1 da manhã quando as Equipes tomaram caminhos diferentes, cada um pra sua casa, e eu e Marquinho chegamos de volta ao lar, preparamos o trio pra dormir (sendo que nem todos dormiram, né Bernardo!!??) e caímos na cama, exaustos... que dia!!!! ; )

# ainda bem que "alguém" (Fernando Pessoa, minha gente) já disse que quando a alma não é pequena tudo vale a pena, né? Que fique registrado que nossa alma é tamanho EXG hahahahha e que é só por isso que dá pra dizer que mesmo assim valeu muito a pena ter ido ao aniversário dos gêmeos, meninos lindos e vitoriosos que nasceram aos 6 meses de idade, encararam 59 dias de internação e hoje estão aqui pra contar a história com muita saúde, graças a Deus! Parabéns, Davi! Parabéns, Mateus! Foi um privilégio celebrar esse momento com vocês!

# essa eu tenho que registrar: na saída do salão, equipes se organizando pra tomar o rumo de casa, todos "cansados mas não destruídos", e Patrícia me vem relembrar nossa época de solteiros sem filhos, curtindo praia em Arraial do Cabo... PUTZ!!!!!!!!!! Eu tava vomitada, mijada (fruto de um pequenos vazamento de fralda), coluna quebrada, babada, e mais 154879 "adas" imagináveis... lembrar da época em que eu andava linda, cheirosa, com roupas limpas, estava magra (era o palito e não o paliteiro, né meninas hahahaha), ahhhh que saudade... peloamordedeus, mudemos urgentemente o rumo dessa prosa!!!!

4 comentários:

Raquel, mãe do João Pedro disse...

Só VOCÊ mesmo !!!!!!!!!!!!
Me diz a fórmula pra tanto pique ?
Não tenho metade do pique q vc tem amiga ! rs
Adorei a narração da aventura.
Beijos !

Moni e Digo disse...

Hahahahaha to passando mal aqui de tanto rir, Sophia tá até tomando susto com a minha gargalhada (imagine).
Apesar daas desventuras foi muito bom ter compartilhado esse momento com vcs, pessoas que amo demais. E principalmente ter participado de um momento tão importante para nós, que foi a celebração do primeiro aninho dos gêmeos, que são obra do MILAGRE DO NOSSO DEUS.
Bom saber que um dia quando sentarmos numa roda de amigos terei um momento bem divertido com vcs.
Muitos bjinhos meu e da So

Vanessa Datrino disse...

Olá!
Que blog bacana o seu!
Encontrei vc na net e gostaria de te apresentar meu trabalho: www.datrinodesign.blogspot.com
Ficarei muito feliz com a sua visitinha!!!
Bjinhos,
Vanessa Datrino

Patrícia Abreu disse...

Toda essa aventura me fez lembrar de um filme que já vi trocentas vezes na Sessão da Tarde: "Férias Frustradas" (hahhahahah)!Realmente, ser mãe é padecer no paraíso (isso me dá um âaaaaaanimo!!!) bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...