quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Da série "pensando com meus botões" rsrsrsrs

MUDANÇAS QUE NÃO MUDAM


Maastricht é uma cidade holandesa que tem 13 lojas onde a maconha é vendida livre e legalmente. A cidade tem agora uma taxa de criminalidade três vezes maior que as outras do país. A cada ano dois milhões de turistas da droga visitam essas lojas e, com eles, os criminosos que querem vender suas próprias drogas.

Agora, os holandeses discutem se a política de liberalização é mesmo a solução menos pior.

Os preocupantes dados apenas nos lembram que soluções propostas de fora para dentro não geram necessariamente as necessárias mudanças. Ainda quem manda é o coração. Ou as soluções vêm de dentro ou as mudanças não acontecem.

Israel Belo de Azevedo

Essa pequena reflexão me fez lembrar de uma música linda cantada pela Leila Pinheiro, "viver é afinar o instrumento, de dentro pra fora, de fora pra dentro... a toda hora, a todo momento, de dentro pra fora, de fora pra dentro... tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo..."

Enfim, o fato é que drogas e álcool me assustam muito. Leio tudo o que me cai nas mãos sobre o assunto, e se tem uma coisa que realmente me apavora em relação ao futuro dos meus filhos é que eles se deixem embalar pela idéia de que é preciso uma substância química entorpecente para aproveitar melhor a vida, ou para relaxar, ou mesmo para rir descompromissadamente daquilo que nos cerca, ou para "esquecer dos problemas". Deus nos deu a vida, e nos deixou livres para vivê-la em abundância. E usar drogas e álcool com a intenção de atingir esse objetivo é uma teoria maquiavélica mentirosa que infelizmente tem seduzido milhares de pessoas ao longo da história. E sem que a gente se dê conta isso invade nossa casa e contamina nossa família, nossos queridos, e quem nos ensina a lidar com isso? Quem nos ensina a lidar com a dor e a vergonha de ver nossos familiares bêbados e/ou chapados agindo de maneira tola e irracional? Quem nos ensina a aceitar que aqueles que amamos estão sendo consumidos por esse lixo? Dói, sabe. Dói mesmo.

Peço muito e muito e muito a Deus que livre meus filhos disso tudo. Acho que não há mãe e pai que não peça isso a Deus. "Infelizmente", Deus não nos obriga a nada. Ele nos fez livres. Então percebo que não deve ser bem essa minha oração. É melhor pedir ao Pai que me ensine a ensinar aos meus filhos que a vida em abundância que Ele nos permite viver passa muito longe das bebidas e das drogas, porque a vida em abundância já está dentro de nós. Já nascemos capacitados por Deus para viver e aproveitar a vida, e são nossas escolhas ao longo dela que acabam por nos desviar e nos impedir que alcancemos a plenitude que sempre esteve e sempre estará ao alcance das nossas mãos. É o que penso, e espero mesmo que eu consiga transmitir isso com convicção para o meu trio... é o peso da responsabilidade que me cabe como mãe...  ainda bem que conto com um marido que pensa como eu e que é um ótimo pai pra me ajudar nessa "missão", né Marquinho? ; )

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...