terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Aos 4 dias do primeiro tempo, o primeiro post de 2011...

Já estive sentada aqui na frente do computador umas 1500 vezes para escrever o primeiro post de 2011, mas na hora de escrever nada saía de dentro da minha cachola rsrsrsrs vejo por aí que as pessoas gostam de escrever suas listas com as metas para o novo ano, mas não quis fazer lista de coisa nenhuma hahaha porque na verdade não tenho muitas expectativas para 2011. Na verdade tenho algumas "intenções" para este ano, mas nada de muito espetacular, sabe? 

Tenho pensado ultimamente que esse lance de planejar demais, sonhar demais, querer demais, esperar (no sentido de ter expectativas) demais pode ser um tanto frustrante às vezes. É claro que eu gosto de planejar, gosto de sonhar, gosto de querer e de ter expectativas sim, na verdade acredito muito que quem não sonha nunca tem a alegria de ter sonhos realizados (e é delicioso o sentimento de realização!), mas talvez porque eu ande meio cansada (física e mentalmente), realmente não tenho enchido minha mente e nem meu coração com "altos planos" só porque o ano está começando e é "normal" fazer isso. Vou tentar adotar para 2011 a filosofia do "deixa rolar (nas mãos de Deus, é claro!) pra ver no que dá".  Não sei se vou conseguir, pois sempre fui do tipo planejador, mas vou me permitir tentar.

E na noite de reveillón tive uma pequena experiência que me sinalizou que estou precisando mesmo depositar mais meus desejos no altar de Deus. Olha o que aconteceu: há anos eu passo a noite de ano novo na igreja. O culto geralmente começa às 22h, e termina à meia-noite. Depois então vou pra casa e passo mais algumas horas com minha família, alguns amigos, etc Não me imagino passando essa noite em outro lugar. É neste culto (o último do ano que se vai e primeiro do ano que chega) que eu faço minha "retrospectiva" e coloco para Deus minhas "perspectivas". É lá que eu oro, choro, clamo, canto, louvo, me alegro e me emociono diante de Deus; é lá que me preparo para o novo ano, me reabasteço e me fortaleço para encarar os desafios inevitáveis de cada ano, e é lá que agradeço muito por tantas bençãos que meu Pai tem me dado. Imaginar uma virada de ano sem isso torna meu reveillón "cinza" demais. Pois bem. Este ano eu não tinha como ir pra igreja com o trio, por causa do horário difícil, eles acabam dormindo, e fica complicado ficar com eles no colo, ou seja, eu estava realmente triste por saber que teria que ficar em casa na noite do dia 31. Mas Deus também sabia disso, e ajeitou tudo de outra forma, de modo que faltando poucas horas pro culto começar, minha mãe (que também sempre participa do culto com a gente) achou melhor ficar com as crianças pra que eu pudesse ir com o Marquinho à igreja. Olha foi um presentão que ela me deu!!! Me arrumei rapidinho e fomos. Foi muito bom!!!! E interessante é que lá cantamos uma música que a letra diz assim: "não me sinto estranho aqui, ESTE É O MEU LUGAR"... nossa quando cantei isso pude falar com todo o meu coração, porque era o que eu estava sentindo de verdade, e que não havia outro lugar que eu quisesse estar naquele momento. E senti claramente que aquilo que estava vivendo ali era um "mimo de Deus", algo que Ele sabia que eu queria e que Ele cuidou de encaixar as peças para que eu pudesse mesmo ir. Deus é muito maravilhoso mesmo! Imbatível!!!

E com isso, uma palavra que tem falado muito comigo nesse momento é aquela que está no livro de Salmos, no capítulo 127: "Se o SENHOR Deus não edificar a casa, não adianta nada trabalhar para construí-la. Se o SENHOR não proteger a cidade, não adianta nada os guardas ficarem vigiando. Não adianta trabalhar demais para ganhar o pão, levantando cedo e deitando tarde, pois é Deus quem dá o sustento aos que ele ama, mesmo quando estão dormindo. Os filhos são um presente do SENHOR; eles são uma verdadeira bênção. Os filhos que o homem tem na sua mocidade são como flechas nas mãos de um soldado. Feliz o homem que tem muitas dessas flechas! Ele não será derrotado quando enfrentar os seus inimigos."

Então, NÃO ADIANTA! Preciso aprender a confiar mais em Deus! Preciso aprender a descansar mais em Deus! Preciso aprender a não me preocupar tanto com o amanhã, com o que está inacabado, com o que não tem solução, com o que não posso fazer, com o que não consigo fazer... viver mais o hoje, curtir mais o hoje, me alegrar ainda mais com o que tenho hoje. Não é que eu não soubesse ou não fizesse nunca nada disso antes, mas sabe aquele lance do "agora é pra valer"? Preciso deixar que Deus assuma o controle dos sonhos do meu coração, para que Ele realize apenas os que Ele desejar que sejam efetivamente realizados. Parece fácil, mas é difícil pra caramba "largar mão" das coisas! Se fosse fácil a palavra frustração não existiria no nosso vocabulário... mas meu Pai me prometeu que me daria sustento até mesmo enquanto durmo, e é nisso que quero pautar o meu ano de 2011. E daqui a 361 dias, se eu realmente conseguir viver isso com toda a sinceridade do meu coração, tenho apenas uma grande e poderosa certeza para 2011: que este terá sido o melhor ano da minha vida! ; )

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...